segunda-feira, 31 de agosto de 2009

O problema dos Maqueiros


Sou contra a designação MAQUEIRO. Ao maqueiro associamos maca, indivíduo no qual o seu trabalho gira em torno de uma maca. É um termo, a meu ver, um tanto ou quanto redutor. Até porque sabemos que, no caso deste SU, para alguns maqueiros, o seu trabalho não fica unicamente confinado a uma maca. Às vezes repõem material, uma vez ou outra, a muito custo, colocam um urinol a um doente e uma vez já vi um maqueiro a limpar um vomitado... minto, duas. Numa das vezes estragou tudo quando, após o elogio de UMA auxiliar de acção médica, disse, "Isto devia ser para vós". Ora, daqui só me ocorre um termo - MACHISMO em bruto.
A ideia de que o maqueiro só serve para desempenhar funções exclusivamente de carga, trabalho de peso, só para homens, já devia ter terminado há muito, até porque a categoria de MAQUEIRO, já há muito foi extinta, agora são todos e muito bem, assistentes operacionais. Pena é que só o são de carreira, na teoria, porque na prática continuam como maqueiros.
Da mesma forma que eu vejo uma auxiliar a "puxar" macas, por que é que não vejo um maqueiro a mudar uma fralda?! Por que é que eu vejo uma auxiliar a ser escalada como maqueira e não vejo um maqueiro a ser escalado como auxiliar?! As mulheres são mais que os homens, é??!
Claro que neste momento não estou a ver muitos maqueiros com perfil para Auxiliar de acção médica na íntegra, capazes de ajudar a prestar cuidados ao doente, participar nas limpezas, esterilizações, etc, mas com formação tudo se consegue.
É evidente que se houvessem mais assistentes operacionais por turno, este problema não se colocaria e as coisas talvez pudessem continuar como estão. Mas não há... Nas circunstãncias actuais e com um serviço atómico, não se justifica perder 5 minutos atrás de uma auxiliar para preparar o doente para o internamento e mais 10 minutos para conseguir um maqueiro para o levar (e no fim desses 10 minutos já não pode porque é a passagem de turno ou a divisão para a refeição). Seria 2 em 1, um elemento assumia estas duas responsabilidades, quer fosse maqueiro, quer fosse auxiliar... o tempo que não se ganharia...
Quando vou ao Porto ou a Braga transferir doentes já reparo noutra cultura, os auxiliares fazem todos o mesmo, quer sejam homens ou mulheres. Em Viana é que mais uma vez continuamos atrasados.

24 comentários:

  1. Fernando Ricardo Sousa6 de setembro de 2009 às 22:05

    Olá mais uma vez !

    Caro G, não precisas de ir nem a Braga nem ao Porto para ver os referidos Assistentes Operacionais em acção!

    Nos aqui no Hospital temos pelos menos um Homem a exercer essas funções no Bloco Operatorio Central e deixa que te diga, é um exemplo a ter em simpatia, profissionalismo, ajuda e na propria relação que estebelece com os outros, sejam eles outros profissionais de sáude ou até o doente! Um exemplo a seguir.... Bem Haja Sr. Coutinho! ;)

    ResponderEliminar
  2. Gosto é de ver o gozo que esses maqueiros dão aos enfermeiros na urgência...Mostram-lhes quem manda...E já agora mudem os enf`s que fazem triagem, além de alguns terem um aspecto deplorável (já que são a par do porteiro a primeira cara do hospital) também são fracos de conhecimento e calasseiros. Tenho dito...

    ResponderEliminar
  3. Publica se tiveres coragem,verás a discussão que havera... Tenho dito...

    ResponderEliminar
  4. eu publico, nao tenho problema, porque não atinge ninguem em especifico.
    Mas sabe, nem todos podem ser bonitos, essa do aspecto deploravel foi infeliz. E depois pelo conteudo da sua declaração, não me parece a pessoa indicada para avaliar o conhecimento dos enfermeiros... e para terminar, posso ser suspeito, mas de uma forma geral os enfermeiros podem ser muita coisa, mas "calasseiros" é que não sao de certeza, quanto ao gozo, lamentavelmente as vezes parece verdade... nesse ponto podemos ter alguma concordancia.

    ResponderEliminar
  5. Só tenho esperiência académica mas nos 4 anos de estágios que tive cruzei-m apenas com um auxiliar masculino. Foi num serviço de medicinae trabalhava de igual forma como as restantes auxiliares. Concordo que deveria haver mais homens até porque trabalho pesado não é só passear macas...muito do trabalho das auxiliares é bem complicado a nível físico. Também conheci esse SU e sempre foi algo que me fez bastante confusão e sempre me revoltou quando havia turnos bem complicados, em que enfermeiros e auxiliares se desfaziam em trabalho, enquanto se podia observar maqueiros encostados à parede à espera de serviço, como se o serviço não estivesse à frente deles.
    Mas também me parece que as auxiliares estavam bastante conformadas com a situação e se algum deles mexesse um dedo fora do normal já era o herói do turno. O que é pena, mas vão ser mentalidades dificeis de mudar.

    ResponderEliminar
  6. para o tal do anonimo,

    um dia has-de precisar dos tais enfermeiros "de aspecto deploravel...e calasseiros"...

    tenho dito.

    ResponderEliminar
  7. Para este anónimo de (7 de Set 19.44) só tenho uma resposta! ÉS UM ASNO!!!! Guilherme não dês tempo de antena e estes marginais, que se escondem por detrás do computador para provocar ou arriscaste e ter aqui a mesma palhaçada que em tempos com a guerra dos Bombeiros

    ResponderEliminar
  8. Anónimo disse...
    Gosto é de ver o gozo que esses maqueiros dão aos enfermeiros na urgência...Mostram-lhes quem manda...E já agora mudem os enf`s que fazem triagem, além de alguns terem um aspecto deplorável (já que são a par do porteiro a primeira cara do hospital) também são fracos de conhecimento e calasseiros. Tenho dito...

    Ao caro anónimo, a Enfermagem nunca viveu ou sobreviveu de caras bonitas, mas de competencia...por isso hoje somos uma classe reconhecida perante uma sociedade, e que muitos, por sinal (quem sera???) "inveja"...como termina o colega anonimo..."tenho dito"! LOL

    ResponderEliminar
  9. Trabalhei muitos anos nessa casa e trabalhei com os antigos maqueiros. Quem não se lembra do Sr. Carneiro! Era e é um grande SENHOR.Sempre presente com uma palavra amiga e ajudava muito as auxiliares. Amigo do amigo e nunca esquecia que estava ali em prol do doente. Um bem haja ao Sr. Carneiro.
    Agora daquilo que me apercebo, só os vejo encostados às paredes... se possível a maca que venha ter com eles...
    (fui auxiliar muitos anos e nesses tempos muito se trabalhava, agora todos são chefes e encarregados... depois dá nisto!

    ResponderEliminar
  10. de facto o importante é mencionar maqueiros profissionais e humanos como o Sr Carneiro, quanto a essas pessoas que acham os enfermeiros "deploraveis e calasseiros", o melhor é nem as valorizar, porque são pessoas de baixo caracter

    ResponderEliminar
  11. os maqueiros da SU deveriam trabalhar nas medicinas para verem o que é trabalho , assim nao tinham tanto tempo para fofocar .............

    ResponderEliminar
  12. calasseiros sao esses maqueiros da SU os enfermeiros sao uns escravos de trabalho.

    ResponderEliminar
  13. Desde que sigo este blog que venho assistindo a um enxovalhar dos "maqueiros" completamente deploravél. Claro que há funcionários maus e bons em todo lado, inclusive no lado dos senhores enfermeiros. Mas o problema principal do SU é mesmo esse. È que há o lado dos médicos, o lado dos enfermeiros, o lado dos auxiliares, sub-dividido em auxiliares e "maqueiros", quando deveria ser só um lado. Enquanto houver esta divisão, e um constante olhar para o que o outro esta a fazer, o SU, por muito que s trabalhe e batalhe para que o serviço melhore, isso nunca será possível. Para isso contribuem também as chefias, que s aproveitam dessa mesma divisão para por todos uns contra os outros. Digo-vos que s a equipa fosse mais unida todos teriamos a ganhar. Quanto aos "maqueiros", eu sou um, e desafio qualquer um a dizer-me um dia em que m viu encostado as paredes( excepto nos turnos, raros, em que é permitido a toda a gente estar mais relaxados).Posso-lhes dizer q não há um turno em que não saia a suar e completamente estoirado. Que há maus profissionais, há, mas volto a dizer que os há em todo lado. Quanto a ajudar as colegas, a maior parte das vezes, tomara nós ajudar o colega q está d internamentos, a levar as ECOS e os TAC`S, as GASTROS, o ORL, a OfT, etc, quanto mais ajudar a fazer higienes e a por urinóis. Deixem-se dessas guerrinhas e admitam que toda a gente é util ao serviço, que sem os "maqueiros" e o resto dos grupos profissionais o SU funcionaria muito pior. Juntos talvez pudessemos exigir mais pessoal e mais condições d trabalho!!! Estas guerras beneficiam alguem mas não somos nós(Todos).

    ResponderEliminar
  14. Caro último anonimo maqueiro,
    Este blog apenas fez uma referencia aos maqueiros e que foi neste post. Neste post tentei evidenciar o facto de que tanto maqueiros como auxiliares deveriam (a meu ver) ter a capacidade e autonomia para desempenhar as mesmas funções. Acho que estas a exagerar quando dizes enxovalhar, porque são mais os comentarios a elogiar maqueiros do que o contrario. Se andares, como dizes, atento ao blog, rapidamente perceberás que todas as classes profissionais são criticadas pelos mais variados anonimos. Os seus comentarios serão validos ate onde nós acharmos que deverão ser. Como sabes este blog é de um enfermeiro, mas sou eu o primeiro a criticar a minha propria classe, mas evidentemente, sem partir para a ofensa, como às vezes certos anonimos gostam de o fazer.
    Concordo inteiramente com tudo o que dizes posteriormente. Há pouca união, espirito de equipa, quando todos de uma maneira ou de outra, trabalham para o mesmo. O vosso trabalho é desgastante, assim como o de todos. Há bons e maus profissionais, isso será sempre, há bons e maus chefes, também sempre será.
    E o problema principal, realmente, prende-se com a falta de pessoal.

    ResponderEliminar
  15. doutores enfermeiros.
    Seria bom não criticarem os auxiliares e maqueiros, critiquem sim as chefias que não são exemplo para ninguem e agora só querem mandar mas não sabem? com a falta de pessoal que há porque é que as meninas que passaram a chefinhas não continuam a trabalhar para fazer um horário por mes e outras tantas asneiras podem muito bem trabalhar, é isso srº guilherme que tem que dizer, e não diga mal dos maqueiros, se-não lev~-me a perguntar aos srºs muitas coisas que de certesa não iram gostar. Fico por aqui.

    ResponderEliminar
  16. Por que é que as pessoas ficam logo incomodadas com críticas e partem para a ameaça??!! Mais uma vez repito, eu não estou a criticar maqueiros, critiquei a designação maqueiro... terás que ler melhor o post. Reconheço que há bons maqueiros no serviço de urgência, assim como também há menos bons. Há bons e menos bons em todas as categorias. Para mim o problema está na delineação da sua área funcional, isto é que poderia ser o tema de discussão.. e não andarmos com provocações e ameaças.
    Abraço

    ResponderEliminar
  17. Fui funcionária do SU. Não queiram comparar ser (Maqueiro) Assistente Operacional no bloco e no SU.Outros têm saudades do sr. Carneiro, pois eu tenho saudades dos primeiros maqueiros, quem não se lembra do sr Alípio, talvez poucos pois ainda são muito jovens. Quem não se lembra das primeiras auxiliares, dos primeiros porteiros, dos primeiros enfermeiros.Eram Todos uma família. Muitas vezes vi os maqueiros e porteiros a ajudarem as auxiliares a fazerem a limpeza do serviço, a recolherem os lixos. Não se esqueçam que era um número reduzido e todos se entre-ajudavam. Actualmente há enfermeiros que querem ser doutores, assistentes que querem ser enfermeiros.E já agora quantos chefes tem este serviço?

    ResponderEliminar
  18. GOSTEI DESSE BLOG. PENA QUE NAO CONCORDO COM TUDO QUE FALAM DOS MAQUEIROS.
    SOU MAQUEIRO E BACHAREL EM DIREITO. TENHO TAMBEM FORMAÇÃO EM ENFERMAGEM. NAO ACHO QUE QUE MAQUEIRO NAO TENHAM NENHUMA IMPORTANCIA. SE FOSSE ASSIM, QUAL O MOTIVO DE NAO DIZIMAREM A FUNÇÃO NOS HOSPITAIS?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ninguem disse que maqueiro não tem importancia, pelo contrario. Todos são importantes. Eu falo do contexto especifico de um serviço e de uma carreira de maqueiro que ja nao existe, homens e mulheres sao assitentes operacionais ca em Portugal

      Eliminar
  19. vcs sempre quiz explorar os maqueiros ganha meio mundo de dinheiro quanto isso o maqueiro ganha uma merreca

    ResponderEliminar
  20. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  21. Para ser franca, também não vou nada com estas hipocrisias. Ainda agora o ano começou e já estou pelos cabelos.Sou assistente operacional e revolta-me ver tantas colegas com serviços moderados e são sempre as mesmas a levar por tabela.Para além disso, umas vão para a noite e no dia seguinte telefonam a dizer que passaram mal a noite e não vão trabalhar, pois ainda estão a ressacar dos copos. Outros, por tudo e por nada estão de baixa por acidente em serviço, é ver um colega que trabalha no hospital há dois anos e já tem não sei quantas hérnias,(.................. PARTE RETIRADA PELO ADMINISTRADOR) os membros do conselho não sabem disto? Ninguém põe cobro a tantas calaceiras? Isto revolta, é ver os dias seguidos que algumas temos que trabalhar por causa deste parasitismo. Umas no hospital andam a cochear, na rua até correm. Outras não podem fazer nada, mas na rua andam cheias de sacas nas mãos, é uma pouca vergonha, outras no serviço andam com os braços ao peito, mas quando são dias de greve esqueceram-se que nada têm e andam por aqui a ameaçar as colegas e a criarem confusão. Por favor responsáveis deste hospital ponham termo a tanta coisa que aqui se está a passar. "Eu não posso pegar em pesos, não posso aspirar, não posso fazer camas,etc...são ordens da medicina no trabalho". Então, o que podem fazer? mas mesmo assim alguém lhes dá cobertura a tudo isto, "coitada é muito doente". O restante para contar fica para mais tarde...

    ResponderEliminar
  22. grande palhaçada todos voces, porque não estao discutindo o melhor para o paciente,lembrem-se o profissional se da pelo compromisso e nao pelo titulo.

    ResponderEliminar
  23. oo sou um maqueiro e vou responder uma das suas perguntas.la em cima vc pergunta o seguinte.Da mesma forma que eu vejo uma auxiliar a "puxar" macas, por que é que não vejo um maqueiro a mudar uma fralda?! Por que é que eu vejo uma auxiliar a ser escalada como maqueira e não vejo um maqueiro a ser escalado como auxiliar?! As mulheres são mais que os homens, é??!



    cara infelizmente quando um maqueiro falta por algum motivo q nao tenha outra q cubra ele as tecnicas tem q i pq . em purrar uma macar e simples so basta foça no caso 2 delas da conta agora nois nao faz o q ela fazem pq nois nao temos cursos para iso sem falar q e um risco enorme para o paciente um cara q nao sabe o q e enfermagem aplica uma injesao no paciente fazer algum procedimento vc e enfermeiro vc sabe disso vc gostaria q algum parente seu fosse atendido por uma pessoa q nao tem capacidade de fazer aquela funçao eu nao ok

    ResponderEliminar