sábado, 10 de julho de 2010

A Novela do Sr Salomão


Recentemente enviaram, para um post antigo do blog, um "comentário", que tudo leva a querer que seja mais uma das façanhas incríveis do nosso sistema (laboral e judicial), embora não compreenda alguns lançes, que o autor poderá explicar posteriormente. Pelo seu conteúdo achei que seria importante dar-vos a conhecer. O Sr Salomão faz então a seguinte queixa:

"NENHUM FUNCIONARIO PUBLICO, ESTÁ LIVRE DE PASSAR POR UMA NOVELA COMO A MINHA.
ULSAM+ACSS+ESTADO NÃO QUEREM ASSUMIR ERRO DA LEI 53/2006 E TENTAM ENCOBRIR.
DURANTE 23 MESES ESTIVE ENGANADO NA MOBILIDADE ESPECIAL,SEM ME PAGAREM ORDENADO E A LEI A QUE ESTAVA AFECTO, NÃO ME PERMITIA TRABALHAR PARA O PRIVADO E SEM SUBSIDIOS.
QUEREM ABAFAR O ERRO
E AGORA QUEM PAGA O ERRO?

Sou funcionário público do ministério de saúde (ULSAM), estive em mobilidade especial (lei53/2206) involuntariamente, durante 23 meses. A secretaria-geral nunca me pagou nada, dizendo que o meu processo se encontrava em análise, a lei a que estava afecto (53/2006) não me permitia trabalhar para empresas privadas. Puseram-me na miséria total, vendi tudo para sobreviver e estou endividado, perdi a minha casa, pedi comida a porta do GAF, no meio de toxicodependentes e alcoólicos para marcar a vez de chegada, debaixo de chuva e frio, tinha que fazer 3 km por dia a pé para alimentar a minha família. No fim a secretaria-geral do ministério de saúde ( Dra. Sandra Cavaca) decretou nulidade, remetendo-me para a unidade local de saúde do alto Minho (hospital de Viana do Castelo) onde eu era auxiliar de apoio e vigilância, e todas os direitos de indemnização teriam que ser feitos ao hospital, que cometeu o erro de me enviar e publicação no diário da republica, a minha colocação em sme. Por sua vez o presidente da ULSAM Dr. Martins Alves, não assume o erro descartando-se de que o erro é cometido por a administração central do serviço de saúde (ACSS). Ando em tribunal administrativo de Braga e nada se resolve, está agendada nova audiència para dia 16 Novembro de 2010, que tenho que provar que passei fome, que vendi tudo para sobreviver e que estou cheio de dividas de prestaçoes que não pude cumprir e estou com medo que ainda vou perder o processo com o estado,em suma passei de funcionário publico a miserável. Fui admitido de urgência novamente no hospital e ao fim de 16 anos de quadro da função pública ganho 485 euros e ainda estou no 1º nível e estou com o ordenado penhorado em 320 euro mês, tudo por um engano que não foi meu, eu só queria regressar ao trabalho. Em 2600 casos em mobilidade especial, eu fui o unico desgraçado, tenho vergonha do meu país.
Bem hajam
Atenciosamente
Salomão Mário d'Almeida Santos e Vasconcelos Mendes
tlm 916346420
B.I. Português
Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga
PS: durante este periodo enviei vário emails a pedir ajuda ao Exmo sr Primeiro ministro José Socrates,e a Ministra da saúde

10 comentários:

  1. luta amigo nao desanimes

    ResponderEliminar
  2. PETIÇÃO A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

    Ajude-me a divugar, basta assinar, a história completa no meu blogspot ou pesquise na net ULSAM+ACSS.

    Obrigado

    Bem Haja

    http://www.peticao.com.pt/lei-acss-ulsam

    ResponderEliminar
  3. Isto irrita-me!!!

    Quando quem gere não tem noção das suas responsabilidades dá nisto!!!

    E somos nós (contribuintes) que pagamos o salário destes incompetentes!!!

    Força Salomão!! Continue a contar a sua história. Pode não ser facil para si mas é importante que as pessoas sejam responsabilizadas.

    Bem haja!

    ResponderEliminar
  4. NOTICIA NO JORNAL DA TARDE RTP1

    http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Funcionario-publico-em-mobilidade-e-sem-ordenado.rtp
    -------------------------------------------------
    HISTÓRIA COMPLETA NO MEU BLOGSPOT;

    http://salomaomariomendes.blogspot.com/
    -------------------------------------------------
    PETIÇÃO A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA,assine;


    http://www.peticao.com.pt/lei-acss-ulsam
    -------------------------------------------------
    OBRIGADO POR O APOIO.

    Atenciosamente
    Salomão Mário Mendes

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo disse...
    Olá novamente, pela terceira vez vou a tribunal administrativo, ou seja dia 15 de novembro de 2010 pelas 09:00h., visto desta vez terem que estar presente o sr ..... assim como também sr .... e sr ........ que foram os principais autores e líderes de me porem na miséria e tentarem me afastar da ULSAM,atraves da minha colucação incorrecta na Mobilidade Especial, de duso que foi tudo intencional, pois não só fui sempre vitima de percegição no passado,(cheguei a ser condenado a 90 dias sem ordendo,por o motivo de não ter acabado de recolher totalmente os livros de ponto devido a no dia seguinte ter estado de folga,podera os médico escondiam os ditos livros de ponto na gaveta etc.)BEM MAS É PASSADO. Agora abriram-me outro processo, desta vez porque abandonei o serviço, então trabalho no aprovisionamento que nem um cavalo de corrida, para os que conhecem a minha secção sabem do que falo, ao fim de um ano e meio, estou com 1,5% de dificuldade de visão ao perto e ao longe ao ponto que necessito de lentes progressivas no valor 870 euro, com os exforços saltou-me uma veia na perna esquerda de tal maneira que tenho que ser operado mas mesmo assim andei dois meses de liga elastica para não faltar ou ir para a baixa, considerando que o a ULSAM tem que ser satesfeita em material clinico,administrativo e hoteleiro e só somos 8 a trabalhar e 6 nas férias, concluindo levo um processo de abandono de serviço porque serto dia recuso-me a fazer horas a 2,50 euro e necessito de ir a urgencia me tratar. Já para não falar do desgaste psicologico do meu processo. ESTO SÓ PODE SER OU PRESSIGUIÇÃO OU AZAR.
    Atenciosamente

    Salomão Mário Mendes

    ResponderEliminar
  7. Boas Salomão

    De facto não é um homem com muita sorte. E toda esta historia é tao confusa e recambolesca... espero que tudo se resolva e acabe bem para que possa ter descanso. Melhores dias virão
    Tive que retirar os nomes que mencionou no comentario, porque poderão andar por ai alguns abutres e eu nao quero ameaças, como ja aconteceram
    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Força Mário, aperta com eles, só não nos tiram a pele porque nos vamos aguentando ainda.Tambem sou ass.operacional e sei as dificuldades que temos em resolver os nossos problemas.FORÇA E CORAGEM.

    ResponderEliminar
  9. Boa noite, mete-me nojo tanta mentira que este sr. diz. é de lamentar mas segundo me disseram este sr. encontra-se de baixa desde Agosto de 2010. É altamente incompetente na função que desempenhava (qualquer coisa no armazém, é altamente conflituoso.É um inventor de situações, precisa de dinheiro e está de baixa? passa o tempo pela praia, e cidade, estava de baixa e entrava em filmagens numa novela. Tenha vergonha, estão outros a pagar para o sr. gozar com toda a gente.Muito mais teria para dizer mas é perder tempo

    ResponderEliminar
  10. Onde se encontra este homem? Inventor de anedotas e histórias, melhores do que as de Bucage. Grande sonhador e mais qualquer coisa que nem me apetece dizer. Tanta necessidade de dinheiro e ainda não se encontra a trabalhar. Goza com a toda a gente, passeando-se pela praia e cidade. Quando vem ao hospital (CAT) parece o dono de tudo. São estes funcionários públicos que arruínam todo o nosso sistema social. Devem ter pena dele, pois se há seres que merecem é esta pessoa. Por acaso com tanta perca de visão já compraste os óculos? ou era falta de vontade de trabalhar que te provocava perda de visão ao ponte de ires para o café em frente ao hospital passar o teu tempo de trabalho, ou provavelmente pensarias que estavas a trabalhar? Eu sei, trabalhar custa.

    ResponderEliminar